Quem é candidato para o tratamento Ablatherm® HIFU?

Um paciente que ainda não recebeu nenhum tratamento para o câncer da próstata

A termoablação é indicada principalmente para o tratamento completo (toda a glândula) dos pacientes com:

  • Um câncer localizado no estágio T1 ou T2
  • Um escore de Gleason inferior ou igual a 7
  • O desejo de conservar uma qualidade de vida ideal após o tratamento

O tratamento de cânceres de estágio mais elevado (T3) ou de cânceres mais agressivos (escore de Gleason superior a 7) é concebível, mas essa opção deve ser discutida previamente com um urologista especialista na técnica.
 

Um paciente que deseja uma abordagem inovadora: o tratamento focal

O Ablatherm® HIFU é a ferramenta de tratamento ideal quando se decide por tratar somente a parte doente da próstata, com a finalidade de preservar ao máximo a qualidade de vida. Essa abordagem terapêutica visa a obter um "controle da doença" fazendo um acompanhamento de perto do paciente e repetindo o tratamento. Esse tratamento inovador está sob pesquisa atualmente.

Um paciente que já recebeu um tratamento HIFU

Todos os pacientes tratados pelo Ablatherm® HIFU podem ser tratados novamente se os resultados ao final do primeiro tratamento assim exigirem. Os tratamentos tradicionais, que são a radioterapia e a cirurgia, não permitem novo tratamento.

Um paciente que já passou por radioterapia

Quando um paciente foi tratado por radioterapia em função de um câncer localizado da próstata e o câncer for recidivo, as possibilidades de tratamento são limitadas e o Ablatherm® HIFU representa uma excelente segunda oportunidade.

Para ser candidato ao Ablatherm® HIFU, é necessário que:

  • A recidiva local (dentro da glândula) esteja detectada
  • A avaliação de disseminação seja negativa, ou seja, o câncer está sempre localizado na próstata

Contraindicações para o Ablatherm® HIFU

  • Cirurgia ao nível do ânus ou do reto que torna a introdução da sonda impossível
  • Esfíncter artificial, prótese peniana e implante intraprostático
  • Alergia ao látex

 

Last update November 19, 2010.